top of page

Bélgica aberta para turistas brasileiros

Mais um destino europeu aberto para nós: a Bélgica está aceitando turistas do Brasil! Ontem mesmo, 01/09, brasileiros que estejam completamente vacinados com uma das seguintes vacinas: Pfizer-BionTech; Moderna; AstraZeneca (e serve a Covishield) e a Janssen; e que tenha tomado a segunda dose ou a dose única há pelo menos 14 dias podem entrar na Bélgica a turismo. Então notem que a Bélgica não aceita a coronavac, assim como acontece com a França e a Alemanha, por exemplo. Se você tomou a coronavac, fique tranquilo, você pode entrar na Espanha e na Suíça e eu to aqui de olho nas atualizações por lá e assim que a comissão europeia aprovar a vacina da coronavac, publicaremos por aqui.




É necessário que o certificado atestando a vacinação seja emitido pelo ConecteSUS em inglês. Tem vídeo aqui dando o passo a passo de como tirar o seu. Além disso, é preciso preencher um formulário de forma eletrônica nas 48h antes da chegada na Bélgica. E eu vou deixar o formulário fixado aqui embaixo nos comentários. Agora uma coisa importante é que eu vi poucos veículos divulgando: ao chegar na Bélgica, o passageiro terá de realizar um teste PCR no primeiro ou segundo dia do desembarque e aguardar o resultado em quarentena. Caso seja negativo, aí sim encerra o isolamento e está liberado para circular pelo país.


Essa informação está no site do consulado da Bélgica, é oficial, então se você estiver indo para lá, cumpra direitinho até pq se te pegarem circulando antes desse período você pode ter que pagar uma multa. No site não é comunicado sobre a partir de qual idade é exigida a vacinação e nem cita se crianças precisam realizar algum teste. Como não há voos diretos entre Brasil e Bélgica, veja sempre quais as exigências de sua conexão, é bem possível que precise de um teste antes de viajar, para apresentar no embarque. Ainda sobre a Bélgica, mais de 90% dos pacientes com Covid-19 internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais de Bruxelas, na capital, são pessoas que não se vacinaram. No dia 28 de agosto, o médico oficial de uma clínica de Bruxelas disse que, dos 70 pacientes que deram entrada com sintomas de Covid-19 naquele dia, apenas quatro haviam sido vacinados. E os dados oficiais mostram que um terço de todos os pacientes contaminados na Bélgica, estavam em hospitais da capital Bruxelas.


No país, mais de 83% da população adulta foi vacinada totalmente. Enquanto na cidade de Bruxelas, 62% das pessoas receberam a imunização completa contra o novo coronavírus. E olha, desde ontem, 1 de setembro, os moradores e turistas da Bélgica deixaram de conviver com inúmeras medidas restritivas adotadas durante a pandemia de Covid-19 no país. Dentre as principais mudanças, está o fim dos limites para aglomerações domiciliares ou em acomodações turísticas. Além disso, pubs, bares e restaurantes começam a retomar o atendimento sem restrições ao número de pessoas por mesa, ao horário de funcionamento, ao barulho ou à necessidade de atender apenas clientes acomodados nas mesas disponíveis nos locais. O uso de máscaras, no entanto, continua obrigatório para as pessoas que circularem dentro dos estabelecimentos. Já as casas noturnas ou as áreas de dança em pubs só poderão ser reabertas a partir do dia 1º de outubro.


Vamos ver outras mudanças que já começaram a ocorrer por lá? Agora não há mais restrições para atividades organizadas, em particular aquelas organizadas por um clube ou associação; para festas privadas não há mais restrições a bufês e danças em festas privadas, especialmente em casamentos; e nem restrições aos casamentos civis e aos funerais. O uso de máscara facial continua sendo obrigatório; assim como no Transporte público.Também não há mais restrições em eventos internos com menos de 200 espectadores ou ao ar livre com até 400 pessoas, nesses casos podem ser exigidos um passe sanitário para entrada no evento.


21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page