top of page

Começou hoje! Greve dos pilotos e comissários no Brasil

Categoria reivindica melhores salários e pede que as empresas aéreas respeitem os horários de descanso dos tripulantes.

A greve aprovada por pilotos e comissários na última quinta-feira, 15, teve início com paralisações em nove aeroportos do País, causando atrasos e cancelamentos de voos na manhã desta segunda-feira, 19.

As paralisações, que ocorreram das 6h às 8h, estão previstas para se repetirem diariamente, por tempo indeterminado, nos seguintes aeroportos: Congonhas, Guarulhos, Rio-Galeão, Santos Dumont, Viracopos, Porto Alegre, Brasília, Confins e Fortaleza.

Por volta das 12h20, os painéis de voos dos aeroportos mostravam voos cancelados em Congonhas (9 voos), Santos Dumont (4 voos), Viracopos (4 voos), Confins (3 voos) e Porto Alegre (2 voos), além de voos atrasados em Congonhas (2 voos) e Santos Dumont (1 voo). Guarulhos, Rio-Galeão, Brasília e Fortaleza não registravam atrasos ou cancelamentos. No pico, os aeroportos brasileiros chegaram a ter 20 voos atrasados ao mesmo tempo.


Os aeroviários reivindicam melhores salários e que as empresas aéreas respeitem os horários de descanso de pilotos e comissários. Por determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), a greve pode atingir somente 10% dos funcionários das empresas aéreas.

“Nossas reivindicações são bem básicas. Há um caráter financeiro, pois a categoria já não tem uma recomposição inflacionária nem qualquer tipo de ganho real há pelo menos três anos. E um caráter social, pois tentamos garantir minimamente que as empresas respeitem as folgas e os repousos dos tripulantes”, afirma Henrique Hacklaender, diretor presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA).


No sábado, 17, o TST apresentou uma proposta de renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da aviação regular, que foi aceita pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), mas rejeitada pelos empregados, que decidiram manter a greve.

Hacklaender havia previsto a possibilidade de haver atrasos nos voos por conta das paralisações dos tripulantes, mas afirmou que os cancelamentos seriam decisão das companhias aéreas. “Não podemos prever, é uma prerrogativa das empresas, elas é que decidem pelo cancelamento ou não dos voos”, afirmou.


Vai trabalhar fora do país? Alugue quartos ou apartamentos inteiros sem burocracia e sem fiador na Uniplaces! Aproveite e use o CUPOM: UP165POSSOTEMOSTRAR e ganhe 15% de desconto na taxa de serviço

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirma que não possui ingerência sobre a greve dos aeroviários, mas monitora a situação e possíveis impactos para tomar eventuais medidas no seu âmbito de atuação, que é de normatização e fiscalização das condições do sistema e apoio aos usuários da aviação civil. A agência recomenda contatar as empresas aéreas para saber detalhes de voos.


Alugar sem burocracia e fiador na UniPlaces. Aproveite e use o CUPOM: UP165POSSOTEMOSTRAR e ganhe 15% de desconto na taxa de serviço


Veja mais:











8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page