top of page

Desemprego em Portugal subiu para 6,1% em maio

O INE (Instituto Nacional de Estatística) contabiliza 314 mil desempregados no quinto mês do ano, mostrando um aumento de 2,1% em relação ao mês de abril, mas diminuindo 12% diante do mesmo mês de 2021

O desemprego em Portugal aumentou em maio, invertendo a tendência de estabilidade nos últimos meses. Os dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística ainda são provisórios, mas sinalizam um aumento da taxa de desemprego de 6,1%.


No quinto mês do ano, a população desempregada aumentou em relação ao mês anterior, passando a abranger 314,1 mil pessoas. O número traduz, contudo, uma redução de 12% ante ao registado no período de maio do ano passado.


Quer um cupom de desconto EXCLUSIVO para comprar o seu Seguro Viagem? Acesse este vídeo e garanta o seu!

Em nota, o INE divulgou que:


"Em maio de 2022, estima-se que a população ativa tenha diminuído, em relação ao mês anterior, em 26,3 mil pessoas (0,5%) e que a população inativa tenha aumentado em 26,1 mil (1,1%). A diminuição da população ativa resultou da redução da população empregada, em 32,7 mil (0,7%), tendo a população desempregada aumentado em 6,4 mil (2,1%). Por sua vez, o aumento da população inativa em maio foi explicado, essencialmente, pelo acréscimo do número de outros inativos, os que nem estão disponíveis, nem procuram emprego (31 mil; 1,3%)"

Outro indicador que merece destaque é referente à subutilização do trabalho, que agrega além dos desempregados, também os trabalhadores em meio período que gostariam de trabalhar mais horas, os inativos disponíveis para trabalhar, mas que não procuram ativamente emprego e os inativos que procuram emprego, mas não estavam disponíveis de imediato para aceitar uma vaga.


A taxa de subutilização do trabalho correspondente foi estimada em 11,5%, aponta o INE, o que traduz um aumento em relação ao mês anterior de 0,1 p.p. uma diminuição homóloga de 1,2 p.p.


No resumo divulgado nesta quarta-feira, dia 29 de junho, o INE reviu ainda em alta a estimativa da taxa de desemprego avançada para abril. A correção coloca a taxa nacional de desemprego naquele mês em 5,9%, quando inicialmente tinha sido estimada em 5,8%.


A retificação iguala assim a taxa de desemprego de abril à registrada no mês anterior, em março, e mostra uma redução de 1,1 p.p. ante ao mês de abril de 2021.


Leia mais:

Ficou com dúvidas?

Não se preocupe!

Mande sua pergunta aqui nos comentários que eu respondo para você.

E lembre-se: clicando nos links e nos banners que eu indico aqui, você colabora com nosso trabalho e me ajuda para que eu possa continuar sempre trazendo boas e novas informações para você.

Muito obrigado!


Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page