top of page

Incêndio atinge Machu Picchu, no Peru



Nesta sexta-feira (1), um incêndio florestal perto das ruínas incas de Machu Picchu, no Peru, foi controlado após três dias de trabalho continuo dos bombeiros locais para conter as chamas. No entanto, as autoridades permanecem em alerta, pois o incêndio poderia ressurgir e ameaçar a antiga cidade montanhosa.


O incêndio, que queimou cerca de 30 hectares, metade do tamanho da Cidade do Vaticano, começou na terça-feira (28) depois que agricultores queimaram grama e detritos em preparação para o plantio.


Os bombeiros enfrentaram alguns obstáculos para conter as chamas, que afetaram outra área arqueológica chamada Llamakancha, disse a agencia assessora de imprensa de Machu Picchu, Associated Press Jesús Tapia.



O presidente peruano, Pedro Castillo, acusou a mídia de insistir em “manobras políticas antidemocráticas com a finalidade de gerar instabilidade no país”.


Machu Picchu é um complexo de pedras no topo de uma colina construído há mais de 500 anos pelos Incas que controlavam grandes áreas da América do Sul. Vale ressaltar que as ruínas de Machu Picchu são consideradas uma das sete maravilhas do mundo, e situadas em local de difícil acesso, o que dificulta o trabalho dos bombeiros.


Durante o incêndio, os trens e o acesso de visitantes às atrações turísticas continuaram funcionando normalmente. Com o apoio de voluntários franceses, cerca de 100 bombeiros trabalharam para controlar o incêndio.



25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page