top of page

Consequências da guerra Rússia x Ucrânia para a Europa

Quais serão as consequência que a Europa sofrerá com a guerra entra Rússia e Ucrânia?


Vamos conversar um pouco sobre as consequências do conflito na Ucrânia? Você deve estar acompanhando por aí o que tem acontecido em relação à invasão da Rússia na Ucrânia. Eu trouxe um vídeo aqui dando um resumo do que é este conflito e meu interesse não é trazer atualizações constantes da guerra em si, mas do que isso pode gerar para os turistas e principalmente, para os moradores na Europa e para quem tem interesse em vir morar no continente.

Então vamos falar sobre o que já estamos presenciando por aqui. Se você não me conhece, eu sou Ana Carolina Braga, me mudei do Brasil para Portugal há alguns meses, moro no Norte do país, quase na divisa com a Espanha e estou aqui realizando o meu mestrado. Se você ainda não assistiu à estes vídeos, vou deixá-los aqui embaixo para você assistir quando terminar de ler esta matéria.

Então vamos lá, a primeira coisa que o mundo inteiro deve sentir o impacto é no preço do trigo e nos de seus derivados. Isso porque a Ucrânia e a Rússia são, juntas, responsáveis por 30% do fornecimento de trigo de todo o mundo. Sendo a Rússia o maior país exportador. O preço do trigo atingiu um recorde histórico, chegando a ser comercializado a 426 euros por tonelada, de acordo com a agência de notícias Bloomberg. Isso representa um aumento de mais de 30% no trigo para moagem em uma semana. Além disso, a Ucrânia foi o terceiro maior exportador mundial de milho no ano passado. Esse cereal, que além de ser usado como alimento por todo o mundo, é a base para vários outros tipos de indústrias e vai desde as rações dos animais no setor da pecuária, passando pela produção de adesivos, papel, papelão, Fundição de peças de metal e indo até aos biocombustíveis. A Ucrânia também é um grande exportador de óleo de girassol. Por aí já dá para perceber que vem aumento nos produtos, né?

Os navios de carga e passageiros não tem feito escala na Ucrânia; e a Rússia, tem recebido as sanções económicas impostas pela União Europeia, EUA, Reino Unido, Canadá e de outros países, portanto as maiores companhias de transporte marítimo e ferroviário limitaram a sua relação com o mercado russo, com isso o fornecimento de todos esses produtos ficam prejudicados.

A participação da Rússia no mercado de energia na Europa também é bem importante. Portugal e Espanha, por exemplo, que possuem o preço médio da eletricidade igual entre os dois países, já sentiram o preço aumentar. O Governo português já havia introduzido medidas de 800 milhões de euros para conter o impacto da alta dos preços da eletricidade. Agora entrará com novas ações e acredita que as medidas irão ultrapassar os 2 bilhões de euros.

Eu trouxe um vídeo aqui no canal falando sobre o aumento recorde no preço dos combustíveis em Portugal. Numa comparação com os dados de fevereiro de 2021, o preço da gasolina passou de 1,282 euros por litro para cerca de 1,834 euros. Nessa semana o preço da gasolina passou para cerca de 1,88 euros. E isso está diretamente ligado à invasão na Ucrânia por conta do papel que a Rússia tem no mercado dos combustíveis. As altas do petróleo alimentam a procura pelo etanol e biodiesel, consequentemente milho e óleo de soja, que são o que? encontradas na Ucrânia. Bom, em relação ao gás, a Europa importa cerca de 40% do gás natural da Rússia. A Alemanha, a maior economia do bloco, depende em 55% das importações de gás russo. Áustria, Hungria, Eslovênia e Eslováquia obtêm cerca de 60% de seu gás natural, enquanto a Polônia obtém 80%.

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal afirmou que o país é um dos que menos sofrerá consequências caso a Rússia resolva encerrar o abastecimento de gás para a Europa, já que os últimos dados apontam que apenas 10% do gás natural consumido em Portugal de lá. Alemanha anunciou que vai construir um terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL), para reduzir a dependência das importações da Rússia. Eu sei que esse assunto pode ser bem complicado e para você que está me assistindo e está decidindo se virá ou não morar em algum país europeu em breve, eu entendo o seu receio. É muito provável que algumas economias europeias sofram o impacto dessa guerra, que acontece muito perto e atinge sobretudo o continente europeu. O aumento das matérias-primas (nos cereais e óleos), dos derivados do petróleo e do gás e eletricidade, faz com que os países adotem medidas para segurar o impacto para a população, o que já vem acontecendo em diversos setores. Há dois vídeos no canal falando sobre o aumento dos combustíveis em Portugal. Eu vou deixar os dois aqui para você:

A desvalorização do euro, que registrou a maior queda em quase dois anos, também demonstra o temor que a guerra prejudique o crescimento europeu. O que posso recomendar neste momento de tantas incertezas é que se você está pensando vir morar ou até mesmo turistar na Europa para os próximos meses, use esse momento para se planejar, ir trocando seu real por euro e ficar muito bem informado para decidir se é um bom momento para vir por agora. Sobre a troca de moeda, aproveite que o euro permanece em queda e por tanto você conseguirá preços de troca muito melhores que há meses atrás onde o euro estava batendo quase 7 reais, agora anda próximo dos 5,50. Inclusive se você quiser saber as melhores maneiras de trazer seu dinheiro para cá e quiser vídeos sobre isso, comenta aqui embaixo e eu volto trazendo para você, combinado?

De imediato, eu vou deixar para você o o link da wise, onde você pode enviar o seu dinheiro para qualquer lugar do mundo e também pedir um cartão aí no Brasil em que você já consegue converter em euros, diminuindo muito a taxa de câmbio. Se quiser saber mais sobre isso, se este cartão é ou não válido para passar na imigração, me fala aqui embaixo porque eu tenho muitas experiências para te contar sobre o assunto de passageiros que viajaram conosco e trouxeram este cartão, positivas e negativas.



Já sobre o turismo, aqui na Europa vemos as medidas em relação a covid-19 diminuírem, eu trago vídeos diariamente sobre isso. A entrada nos países europeus seguem acontecendo normalmente, assim como as conexões. Os pontos turísticos e estabelecimentos comerciais permanecem em sua normalidade. Há muitos protestos nas ruas a favor do fim da guerra, muitas campanhas de ajuda humanitária aos ucranianos, seja para recebimento dos refugiados, seja para envio de roupas, alimentos e medicamentos para as fronteiras.

Sobre os voos, mais de 30 países anunciaram o fechamento do espaço aéreo apenas para aviões russos, as medidas forçam as companhias aéreas russas a terem que usar rotas mais longas quando voam na direção oeste. Já as companhias europeias que voam na direção oposta também enfrentam custos mais altos, já que a Rússia é uma rota importante para quem sai de alguns países europeus em direção à Ásia e, em resposta, a Rússia também bloqueou seu espaço aéreo para aviões de 36 nacionalidades. Tirando isso, não verificamos qualquer anormalidade nos voos que chegam nos países europeus.

É claro que numa questão como essa ficamos apreensivos com o rumo de todas as coisas, são vidas sendo retiradas todos os dias, pessoas comuns como eu e você que estão deixando suas casas e tudo para trás para tentarem sobreviver. Famílias tendo que se separar, pois os homens são obrigados a permanecer na Ucrânia para lutar pelo seu país e mulheres e crianças sem terem a certeza se um dia voltarão a ver o seu pai, seu companheiro. Pessoas passando fome, frio, sede, sem lugar para morar, sem saber se um dia poderão voltar às suas casas, rever as suas coisas, ficarem juntas, sobreviverem.


E mais uma vez eu deixo aqui a nossa solidariedade a todos os civis, sejam de que lado forem, porque em momentos como esses, toda a população perde. Deixo a nossa empatia sobretudo aqueles que mais têm sofrido com toda a situação e ficamos na esperança de dias melhores. Deixe aqui seu comentário e me diga quais os temas são importantes para você. Eu terei o maior prazer em trazer as informações que você precisa.






Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page