top of page

No Reino Unido a inflação atinge 9,4%, o nível mais alto em 40 anos



No Reino Unido, o índice de preços ao consumidor subiu para 9,4% em junho, o nível mais alto em mais de 40 anos, informou o Gabinete de Estatísticas Nacionais (ONS) britânico, nesta quarta-feira.


De acordo com o ONS, o aumento foi de 9,1% em maio, impulsionado por preços mais altos de eletricidade e gás, além de alimentos, bebidas não alcoólicas e transporte. Os preços de restaurantes e hotelaria, bem como vestuário e calçado, também subiram.


Segundo o economista-chefe do ONS, Grant Fitzner, a inflação está novamente em seu nível mais alto em mais de 40 anos. “O aumento foi impulsionado pelo aumento dos preços dos combustíveis e alimentos, que foram apenas ligeiramente compensados pela queda dos preços dos carros usados... O custo das matérias-primas e produtos que saem das fábricas continuou a subir, impulsionado pelos preços mais altos de metais e alimentos", disse Fitzner.



Especialistas dizem que o Banco da Inglaterra está preocupado de que os preços possam subir mais de 11% até o final do ano, o que seria um grande golpe para o poder de compra das famílias pobres.


O ministro das Finanças britânico, Nadhim Zahawi, disse que muitos países estão sofrendo com a inflação e que está trabalhando com o Banco da Inglaterra para lidar com o aumento dos preços.


A inflação anual na zona do euro subiu para 8,6% em junho, em comparação com os 9,6% na União Europeia, conforme dados do Eurostat, o escritório oficial de estatísticas da União Europeia, nesta terça-feira (19). A inflação na zona do euro e na União Europeia está acelerando desde junho de 2021 e atingiu um nível recorde desde novembro, impulsionada pelos preços mais altos da energia.






10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page