top of page

Portugal intensifica fiscalização de imigrantes ilegais



O SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) decidiu intensificar as operações neste verão para conter o crime de imigração ilegal. Trabalhadores estrangeiros sem documentação, incluindo brasileiros, podem ser contratados irregularmente devido à escassez de mão de obra em Portugal, especialmente no turismo.


O SEF está planejando ações de busca em bares, restaurantes, estabelecimentos turísticos e hoteleiros. O Ministério Público é responsável pelo processo penal. A informação foi confirmada pela assessoria da agência de imigração “O SEF confirma a existência de investigações em curso no âmbito dos crimes da sua competência (designadamente, auxilio à imigração ilegal) com utilização de documentação fraudulenta”.


Trabalhadores ilegais são frequentemente atraídos por falsas promessas de regularização, que não são cumpridas, por empresas ou empreiteiros interessados ​​em fechar temporariamente a lacuna de mão de obra.


Imigrantes são recrutados no Brasil e em outros países estrangeiros, mas muitos já estão em Portugal, porque entram como turistas e ficam na esperança de obter uma autorização de residência.


As violações de imigração provavelmente diminuirão quando o visto de busca de emprego entrar em vigor, e proporcionará proteção adicional ao imigrante, que poderá solicitá-la enquanto estiver no Brasil para permanecer legalmente em Portugal.



189 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page