top of page

Algarve pretende contratar 5 mil estrangeiros para salvar setor de hotelaria



Para atender às necessidades do setor de turismo, o Algarve decidiu contratar cinco mil trabalhadores em Cabo Verde. As necessidades em áreas como turismo, agricultura e construção não se limitam ao sul do país.


Portugal pretende recrutar trabalhadores em todo o território nacional, na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e em Marrocos, com a primeira feira de recrutamento marcada para outubro.


Conforme noticiado pelo Jornal de Notícias, o Governo aprovou um novo regime jurídico para a entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros no território português, com o objetivo de facilitar a emissão de vistos a estes cidadãos.



Os grupos hoteleiros existentes em Cabo Verde estão formando os trabalhadores, enquanto Portugal prepara as condições “para alojar esse pessoal, abdicando de quartos na hotelaria”. Enquanto isso não ocorre, alguns hotéis e restaurantes optam por abrir apenas para o jantar devido à falta de funcionários em tempo integral.


A taxa de desemprego em Portugal alcançou os 6,1% em junho, uma taxa de 0,1 ponto percentual superior à registada em maio, e 0,6 pontos percentuais inferior à registada em junho de 2021, revelou o INE (Instituto Nacional de Estatística).


No final de junho, o número de pessoas ativas era de 5,169 milhões, 0,3% a menos que em maio e 0,2% a mais que em junho de 2021. Segundo as estatísticas, o desemprego apenas foi menor há cerca de 20 anos, em 2002 (5%) e 2001 (4%).



200 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page