top of page

Chile abre fronteiras para turistas brasileiros. Entenda as regras de entrada no Chile

A partir de 1º de outubro o Chile volta a receber estrangeiros que atendam a alguns requisitos de entrada. A quarentena no país chileno será obrigatória, mas poderá ser feita no endereço que o viajante quiser e não mais nos hotéis escolhidos pelo governo.

Também será necessário o Certificado de vacinação completa emitido pelo país de origem, com qualquer uma das vacinas aceitas pela OMS, ou seja, todas as que são usadas no Brasil, inclusive a Coronavac. No caso de vacinas com duas doses, a segunda deve ter sido aplicada há mais de 14 dias. Então leve o seu certificado em inglês ou espanhol, tirado no App do Conecte SUS, como eu explico nesse vídeo aqui. Além disso, é preciso apresentar o PCR negativo feito no máximo 72 horas antes da partida do voo.

A Quarentena é obrigatória e ela será de 7 dias. Para viajantes que tenham o Passe de Mobilidade Chileno, a quarentena é reduzida para 5 dias. Todos estes requisitos devem ser obedecidos e os aeroportos que estarão recebendo estrangeiros não residentes no Chile são os de Iquique, Antofagasta e Santigo.

Desde fevereiro, quando o Chile começou a imunizar sua população contra a Covid-19, o país tem sido elogiado internacionalmente por sua campanha de vacinação. De acordo com os últimos relatórios do Ministério da Saúde, quase 87% da população chilena elegível está totalmente vacinada. Esse número coloca o país sul-americano entre as nações com a maior parcela de pessoas imunizadas.





4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page