top of page

Embalse El Yeso, no Chile, estará fechado durante o inverno

Segundo a decisão, o acesso ao reservatório estará interditado entre abril e agosto.


Dicas Chile


O Embalse El Yeso ("Reservatório de Gesso", no português), principal fornecedor de água para consumo humano da região metropolitana de Santiago, no Chile, tornou-se um sucesso entre os turistas brasileiros, principalmente pela paisagem e pela proximidade com a capital chilena, que fica a 100 km de distância.


David Gormaz, produtor de conteúdo do Like Chile, o descreve da seguinte forma; "Fica no meio da cordilheira dos Andes e, no inverno, o espetáculo cênico é muito lindo, com um lago em meio a picos nevados e águas de tons maravilhosos"


Recentemente, houve o restabelecimento de uma resolução de 2019 que proíbe pedestres e veículos na Ruta G-455, estrada para Embalse El Yeso. Segundo a decisão, o acesso estará interditado entre abril e agosto.


Com o inverno nos Andes, a atração estará fechada para os turistas devido à temporada de chuvas e neve que podem levar a nevascas e deslizamentos de terra. Conforme o diário oficial do Ministério de Mineração do Chile, o local é "geologicamente instável e não garante a segurança de quem transita por ali, com probabilidades de novas quedas de rochas".


Inaugurada em 1964, a reserva está localizada na área privada de mineradoras, sendo acessada por uma rota "instável, estreita e perigosa". Vale lembrar que já houve alguns acidentes na área, como em 2019, onde duas crianças brasileiras morreram depois que umas rochas caíram.


Gormaz, também ressalta que não é uma atração projetada para o turismo, "é um reservatório de água". A medida é uma forma de as autoridades ficarem à frente dos fenômenos naturais que são comuns nesta época do ano.


Apesar de ter recebido milhares de turistas nos últimos anos, o local não possui infraestrutura como restaurantes ou banheiros (exceto algumas cabines químicas), nem estacionamento pavimentado ou pontos de segurança. Quem vai até lá precisa estacionar no sopé da montanha e arrisca ser atingido por pedras que podem se desprender.


Para quem vai à Santiago, enquanto o reservatório estiver interditado, algumas alternativas de passeio são a área de Cajón del Maipo, que possui as Termas de Colina (piscinas de águas naturalmente aquecidas no sopé do vulcão San José), tirolesa e rafting no rio Maipo, e a estação de esqui Portillo, que está à 2 horas de carro de Santiago, e é conhecida por sua lagoa de águas verde-esmeralda rodeada pelos Andes.



Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page