top of page

Funcionários de aeroporto em Portugal são investigados por furtar objetos de malas

Operação da PSP de Porto que começou há dois anos terminou com a detenção de seis indivíduos.

Foto: PSP


A polícia portuguesa está investigando seis funcionários do aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, por furto de bagagem de passageiros. De acordo com a Polícia de Segurança Pública (PSP), em comunicado divulgado na última sexta-feira (3), foram realizadas buscas em 28 locais da região do Porto, norte do país.


Durante operação de combate a crimes contra o patrimônio, sobretudo, furto de bagagem e carga, a polícia recuperou 3.150 euros em moedas estrangeiras e documentos. Itens como notebooks, tablets, computadores, roteadores, celulares, caixas de som, relógios, roupas e mochilas também foram recuperados.


De acordo com a PSP, o método utilizado pelos investigados foi arrombamento das malas de viajantes. "Através da abertura ou arrombamento foram furtados artigos como roupa, calçados, equipamento eletrônico, joias, dinheiro, entre outros” informou a agência.


Segundo os investigadores, o grupo, composto por homens entre 42 e 59 anos, prestava serviços de apoio durante o recebimento das bagagens. “Os funcionários de empresas que prestam serviços de apoio no âmbito das bagagens e das cargas, em conjugação de esforços, procediam ao furto de objetos de bagagens dos passageiros, assim como da carga proveniente da importação ou para a exportação”, ressalta a PSP.


A investigação teve início há cerca de dois anos e envolveu 10 mandados de busca domiciliar e 18 mandados de busca não domiciliar nas regiões de Maia, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia e Gondomar.


O Aeroporto do Porto é o segundo maior aeroporto de Portugal. Conforme último relatório da ANA (empresa que faz a gestão de aeroportos em Portugal), responsável pelo local, mais de 5 milhões de passageiros foram transportados no ano passado.



Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page