top of page

Mais de 6 mil pessoas são evacuadas na França devido a incêndios florestais


Foto: Jerome Gilles/NurPhoto/Getty Images


Na manhã da última quarta-feira (13), mais de 6 mil pessoas foram evacuadas de La Teste-de-Buch, no departamento de Gironde, sudoeste da França, devido a incêndios florestais. Foi preciso cerca de 800 bombeiros, apoiados por aviões bombardeiros para controlar os incêndios.


As evacuações preventivas foram realizadas em cinco acampamentos na área, resultando na retirada de turistas e moradores. Na noite de terça-feira, outras 500 pessoas foram deslocadas de seis vilarejos da cidade de Landiras, a cerca de 40 quilômetros de Bordeaux, também no sudoeste da França.


Segundo uma atualização do governo de Gironde, 1.500 hectares de floresta foram queimados na cidade de Landiras e 1.200 hectares em La Teste-de-Buch. Mesmo com mais de 800 bombeiros e 10 aviões presentes, o fogo continuou a se alastrar devido ao calor.



Leia também:




Algumas estradas locais foram fechadas para tráfego. Além disso, a Cruz Vermelha e a Proteção Civil estiveram à disposição no local para auxiliar. A área também conta com reforços de outras partes do país.


As orientações são para que as áreas sejam evitadas para não interferir no trabalho dos socorristas. O governo local proibiu o uso de fogos de artifício na área até a próxima segunda-feira (18).


Na Espanha, os incêndios estão concentrados na região da Estremadura, no sudoeste da fronteira com Portugal, e também se espalharam para a Comunidade Autônoma de Castela e Leão (Castilla y León). O Ministério da Defesa do país informou que os bombeiros trabalharam durante toda a noite do dia 12 para apagar o incêndio.


A unidade de combate a incêndios que opera na Estremadura já evacuou 11 pessoas de forma preventiva e atualmente está operando principalmente na área de Salamanca. De acordo com a Agência Estatal de Meteorologia da Espanha estava previsto para que esta quinta-feira (14) registrasse o maior pico de calor no país.



10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page