top of page

O governo britânico anunciou um relaxamento nas exigências de entrada na Inglaterra para viajantes

O governo britânico anunciou um relaxamento nas exigências de entrada na Inglaterra para viajantes vacinados contra a covid-19. A primeira mudança é que em outubro terminará o chamado sistema de semáforo britânico, adotado pelo país para determinar quais os países são seguros ou não da covid-19. Com a mudança, passará a existir apenas uma lista vermelha na qual fazem parte os países de maior risco. Por enquanto, o Brasil segue nela. O ministro dos Transportes, Grant Shapps, anunciou no Twitter que a partir do dia 4 de outubro, as pessoas com o esquema vacinal completo que viajarem para a Inglaterra não precisarão mais fazer um teste antes de deixar um país que não esteja na lista vermelha. A medida não afeta os que saem da América Latina, que tem a maior parte dos países nesta lista de destinos não seguros para Covid. Até então, para que pessoas que saíssem do Brasil conseguissem entrar no Reino Unido, era preciso passar 11 dias ou mais em um país considerado seguro da Covid, e só então seguir viagem para lá. Não é possível sair do Brasil direto para o Reino Unido, apenas se você for residente, isso não muda.


Hoje, passando esse tempo em países da lista verde, como a Alemanha, por exemplo, é possível seguir pro Reino Unido, cumprindo uma serie de testes antes e depois que chegar, e assim você fica livre da quarentena naqueles hotéis super caros impostos pelo governo britânico. Em outubro, uma das mudanças é que quem sair desses países que não estão na lista vermelha, e que esteja completamente vacinado com um certificado de vacina aceito pelo Reino Unido poderão fazer apenas um teste de antígeno, mas barato e bem mais simples do que o kit testes que eles exigiam. Os viajantes com teste positivo precisarão ser isolados e passarão por um teste confirmatório de PCR, sem custo adicional, que será testado para identificar novas variantes. Não será necessário fazer quarentena, nem nenhum tipo de isolamento.


Esta mudança é excelente para quem reside na Europa ou foi vacinado em um dos 17 países em que o Reino Unido tenha aprovado o certificado de vacinação. Mas isso ainda não acontece pro Brasil e para nenhum país latino-americano. O Reino Unido não reconhece ainda a nossa vacinação. Então além do Brasil continuar na lista vermelha, ou seja, o turista que sai daqui não consegue entrar direto por lá, mesmo para quem está completamente vacinado por aqui, ao chegar no Reino Unido o viajante se enquadrará na categoria de pessoas não vacinadas. O que isso significa com toda essa mudança? que quem sair do Brasil precisará passar os 11 dias ou mais em um país seguro da Covid e mesmo sendo vacinado no Brasil, precisará fazer uma quarentena. Esse isolamento será de 10 dias em hotel ou residência a sua escolha, pode sim ser em casa de familiares, por exemplo.



11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page