top of page

Passagens Aéreas

Atualizado: 17 de mar. de 2022

Como conseguir voos mais baratos! Sites e Dicas!


Nos últimos anos nós viajamos por mais de 13 países. E graças a toda essa experiencia na bagagem, vou te dar todas as dicas para você economizar na sua viagem e conseguir conhecer muitos lugares também.


A passagem aérea, principalmente nas viagens internacionais, acaba sendo o item mais caro de toda a viagem, porque ao contrário da hospedagem, que normalmente você encontra várias opções e alternativas mais baratas, com a passagem você está na mão das companhias aéreas.


Mas tem sim, como você economizar uma grana boa com esses passos que vou te dar:


Primeiro de tudo você precisa ficar atento às oportunidades. Os buscadores de passagem são excelentes para você realizar constantemente pesquisa de preços. Alguns, como o Decolar.com, você consegue até criar um alarme para ser notificado quando surgir o destino com o preço que você quer.


Descobrindo as companhias aéreas que operam no seu destino, dentro desses mesmos buscadores de pesquisa, você também pode ir diretamente no site de cada uma. E se você tiver flexibilidade, você pode conferir diversas opções de datas, fica muito mais fácil de encontrar bons preços.


Ter datas definidas limita muito a possibilidade de encontrar uma promoção.

Então na hora de começar o seu planejamento, espere arranjar a passagem certa para depois, sabendo as datas certinho de ida e volta, fechar a sua hospedagem. Só com isso você já consegue poupar um bom dinheiro.


E será que tem algum dia da semana que a passagem aérea fica mais barata? A resposta é; sim! Para viagens nacionais, fica mais barato você pesquisar pelas terças, quartas e quintas-feiras. São para esses dias que a Latam, a Gol e a Azul disponibilizam passagens com preços mais baixos. Isso porque segunda e no final de semana, os voos saem mais cheios, então elas tentam atrair o público para esses outros dias.


Já para voos internacionais, fica mais difícil saber o dia exato porque vai depender muito da companhia aérea. Cada uma possui um dia na semana em que coloca os melhores preços. Mas buscando constantemente você perceberá qual o padrão de preço mais baixo e mais alto.



Fonte: Freepik


O melhor horário para pesquisar por essas passagens nos sites de busca é de madrugada. Como têm menos pessoas buscando as passagens nesse horário, é comum as companhias soltarem algumas promoções.


Outra coisa muito importante é que as companhias aéreas tentam convencer o consumidor de que quanto maior a antecedência da compra, melhor. Mas isso nem sempre é verdade! Acompanhando o preço das passagens dia após dia, o Melhores Destinos percebeu que comprar com muita antecedência pode ser tão ruim quanto comprar em cima da hora.



Para saber a hora certa de comprar, o primeiro passo é saber a época em que você vai viajar. A alta temporada do lugar de destino é a pior época para encontrar passagens com bons preços.


Em geral, a alta temporada inclui os meses de dezembro, principalmente do meio pro final, janeiro e julho e todos os feriados. Dias próximos a grandes eventos na região você também perceberá o aumento de preço e se você for para a Europa ou para os Estados Unidos, inclua o mês de agosto que são as férias de verão por lá, e por isso os preços também são mais altos.


Mas se você só puder viajar na alta temporada, o ideal é comprar a passagem com antecedência de 60 a 120 dias em relação à viagem para voos internacionais. Já para os voos nacionais, de 60 a 90 dias antes você deve encontrar melhores promoções.


Agora se puder viajar em qualquer outra época do ano, a baixa temporada permite melhores ofertas não só de voos, mas também de hotéis, restaurantes e várias atrações, já que com menos gente viajando para o mesmo destino, o preço também cai. Neste caso, as passagens nacionais podem sem compradas de 25 a 40 dias e as internacionais de 30 a 60 dias antes da data de embarque.


Eu particularmente, não deixo para comprar nada 1 mês antes da viagem, mas como olho constantemente os sites de pesquisa com antecedência, eu consigo enxergar qual o padrão dos preços que determinada companhia usa. Mas se você não tiver toda essa paciência ou não for do seu interesse gastar tanto tempo dessa forma, pode ir nessas datas que o Melhores Destinos recomenda, pois são muitos anos que o pessoal trabalha com isso.



Fonte: Freepik


Uma coisa importantíssima para todos os que planejam uma viagem aérea é conhecer as regras da passagem que você está comprando. Os bilhetes aéreos são diferentes entre si, e o que determina essa diferença são as classes tarifárias. As companhias oferecem passagens com vários tipos de tarifa e geralmente o que muda são:


  • A possibilidade de remarcar a data ou cancelar a viagem;

  • O número de milhas que a passagem oferece;

  • Alguns benefícios, como a possibilidade de marcar a poltrona antes;

  • A quantidade de malas permitidas;

  • E claro, quanto mais benefícios, mais cara a tarifa.


As passagens em promoção podem não oferecer a possibilidade de reembolso nem alterações de datas e itinerários, então tenha certeza que poderá cumprir com a sua escolha.


Outras passagens em promoção podem cobrar uma taxa muito alta por esses serviços de cancelamento e alteração. Mas em muitos casos, vale a pena pegar mesmo com esse risco.


E com a mudança na legislação da ANAC, muitas dessas passagens mais baratas não te darão direito de despachar mala, permitindo apenas a bagagem de mão. E se você quiser saber mais sobre esse assunto, dá uma olhadinha nesse vídeo que eu falo tudo sobre o que pode ou não levar na bagagem de mão.



Uma outra coisa que você também deve prestar atenção na hora da compra da passagem é a quantidade de conexões que o voo terá e quanto tempo ele levará para chegar ao destino.


Eu já vi passagem muito barata que fazia tanta conexão, entre um aeroporto e outro, que levava o triplo de tempo para chegar ao local. Ou seja, em uma rota com voo direto para o local que normalmente dura 10 horas de voo, a passagem em promoção fazia duas paradas em aeroportos, totalizando 31 horas para chegar ao destino. Era um dia e meio perdido dentro de aviões e aeroportos. Isso eu não te recomendo, porque você acaba chegando no lugar e perdendo mais um dia só para descansar dessa maratona e ninguém quer isso.


É muito possível combinar um destino a outro em que a passagem seja mais barata, achando assim uma rota alternativa para chegar até o lugar que você quer, pagando menos. Quer um exemplo? Na Europa, geralmente voos do Brasil para Portugal saem mais baratos do que para os países vizinhos. Isso porque existe uma quantidade maior de companhias aéreas operando do Brasil pra lá.


Suas passagens com até 35% de desconto neste link!


Então muitas vezes vale a pena comprar a passagem para Portugal e depois pegar um voo low cost, aquele com companhias aéreas bem baratinhas que operam entre um país ou outro, ou até mesmo ir de trem para o seu destino final.


Nesse caso, é uma boa aproveitar a parada e conhecer um pouco o lugar onde descerá. Isso vale também para outros lugares como Mendoza. Por não ter tantos voos para o interior da Argentina, você pode pegar um de ida e volta para Santiago, no Chile, e em 5 horas de um ônibus bem confortável, você chegará às Vinícolas e de quebra conhecerá as incríveis paisagens da Cordilheira dos Andes.


Então ao invés de sempre olhar só a cidade que quer conhecer, amplie sua pesquisa e veja se não há alternativas como essa, que deixarão sua viagem mais barata e mais interessante.



O seu histórico de busca na internet também interfere nos preços. Isso mesmo! Segundo especialistas em comércio eletrônico, conforme você vai buscando as passagens, o cache do seu navegador "monitora" as buscas que você faz, "memorizando" os destinos, datas e horários procurados. Isso pode "viciar" o sistema a manter preços mais altos.


Representantes de companhias áreas negam que isso ocorra. Mas eu já vi isso acontecer não só com passagens, mas com diversos outros produtos que eu pesquisei na internet. Então minha sugestão final é que você apague o cache do seu navegador quando for fazer pesquisa de passagens. O cache é a área de memória onde é mantida uma cópia temporária de todos os dados armazenados. Eu também uso a aba oculta do navegador para pesquisar coisas assim e diminuir os vestígios do que estou procurando.


Bom, eu espero que todas essas dicas tenham sido úteis! Você também pode assistir ao vídeo do tema e mandar suas perguntas e dúvidas lá no nosso canal do YouTube. Compartilhe com seus amigos que precisem dessas dicas de viagem. Se tiver algum assunto que você queira saber mais, é só deixar nos comentários que a gente explica tudinho para você.





Ah! E clicando nos links e nos banners que eu indico aqui, você colabora com meu trabalho e me ajuda para que eu possa continuar sempre trazendo boas e novas informações para você. Muito obrigada!!

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page