top of page

Uso de máscara deixa de ser obrigatório para passageiros em aviões e aeroportos no Brasil



Desde esta quinta-feira (17), o uso de máscaras em aviões e aeroportos deixa de ser obrigatório no Brasil. A decisão da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) já consta no Diário Oficial da União, e ocorreu devido à redução do número de casos e óbitos por Covid-19. A mudança nas exigências vale para todas as companhias aéreas e aeroportos.


O uso de proteção facial, no entanto, continua opcional, além de ser recomendado para quem possui comorbidades ou para aqueles que ainda não possuem o esquema vacinal completo.


Segundo a Anvisa, o fim da necessidade de máscaras está ligado à atual situação epidemiológica, que permite a atualização das medidas sanitárias. Entretanto, a agência ainda exige que o desembarque ocorra por filas, que aeroportos e companhias aéreas disponibilizem álcool gel para os passageiros, e que mantenham procedimentos aprimorados de limpeza e desinfecção, além da climatização dos sistemas de ar condicionado.



A decisão ocorreu três meses após a própria Anvisa flexibilizar as medidas sanitárias a serem tomadas nos aviões e aeroportos, como a volta do serviço de bordo e a autorização para retirar a máscara ao se alimentar durante o voo.


As regras entraram em vigor no dia 22 de maio e já eram resultado do avanço na vacinação dos brasileiros, o que ocasionou a diminuição do número de casos e óbitos no Brasil, mesmo com o surgimento de novas variantes.


Para os brasileiros no exterior, a orientação é seguir as recomendações das autoridades sanitárias locais. Se o país onde o passageiro se encontra tiver restrições de fronteira, o viajante deverá contactar o serviço consular local.


Para mais informações sobre as diretrizes de passageiros com voos internacionais consulte o site oficial do Governo. No site da Anvisa também é possível obter informações em tempo real sobre o coronavírus.



72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page