top of page

Voo com destino a Nova York retorna à pista de decolagem devido à falta de treinamento de copiloto

O avião já estava sobrevoando a Irlanda quando o piloto foi informado de que o copiloto não havia completado o treinamento necessário para voar.



Nesta segunda-feira (2) o voo VS3 da Virgin Atlantic de Heathrow para Nova York ficou no ar por 40 minutos e foi forçado a fazer um retorno à pista de Londres, informou a CNN. O avião já estava sobrevoando a Irlanda quando o piloto foi informado de que o copiloto não havia completado o treinamento necessário para voar.


A empresa disse que o copiloto fazia parte de sua equipe desde 2017 e era elegível para voar de acordo com os regulamentos do Reino Unido, mas precisaria concluir uma "avaliação final" na Virgin Flights para assumir o cargo.


O Piloto, por outro lado, é classificado pela companhia como “altamente experiente” e está na empresa há 17 anos, mas não possui o status de treinador designado, portanto, o copiloto precisou ser substituído.



De acordo com o jornal Daily Mail, os passageiros do VS3 desembarcaram no Aeroporto John F. Kennedy em Nova York com quase 3h de atraso. Eles tiveram que aguardar na pista até que outro copiloto fosse localizado.


Por meio de um porta-voz, a Virgin Atlantic disse lamentar o incidente e reforçou que todos os pilotos eram licenciados e não violavam os regulamentos de aviação ou de segurança, e que o incidente ocorreu devido a protocolos internos de treinamento da empresa.


"Pedimos desculpas por qualquer inconveniente causado aos clientes que chegaram duas horas e quarenta minutos depois do programado devido a mudanças na equipe” comentou o porta-voz da empresa.



Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page