top of page

Austrália deixará de exigir teste de covid-19 a turistas internacionais

Atualizado: 25 de nov. de 2022

Decisão foi anunciada nessa última sexta-feira, 25 de março, pelo Ministro da Saúde, Greg Hunt


A partir de 17 de abril, a Austrália deixará de exigir testes Covid-19 para turistas internacionais. A medida se deve ao vencimento da Determinação de Emergência de Biossegurança ao Covid-19 da Austrália, que não será renovada.


Devido ao fim do período de restrição, cruzeiros também poderão voltar a navegar pelas águas e atracar em postos australianos. Porém, tanto para as embarcações quanto para os voos, ainda será necessário apresentar comprovante de vacinação completa contra a covid.


Por orientação médica, as máscaras também continuarão a ser exigidas a bordo das aeronaves. De acordo com o Ministro da Saúde, Greg Hunt, o período de emergência foi uma decisão chave que a Austrália tomou no início da resposta à pandemia. A abordagem rápida, mas decisiva de fechar as fronteiras permitiu à Austrália responder à pandemia e minimizar a perda de vidas.

“Os últimos dois anos foram desafiadores, mas mostramos o melhor da Austrália — pessoas cuidando umas das outras, trabalhando de casa, estudando à distância e, mais importante, se vacinando”, declarou o ministro.


Serão aceitos viajantes que tenham sido completamente vacinados com as vacinas aprovadas ou reconhecidas pela TGA (Administração de Bens Terapêuticos) a Anvisa local. Atualmente as vacinas aceitas são; Pfizer, Moderna, Janssen, AstraZeneca (Covishield ou Vaxzevria), CoronaVac, Sinopharm e Covaxin.


Em 21 de fevereiro, o país reabriu suas fronteiras para viajantes internacionais e, até agora, os passageiros foram obrigados a apresentar um teste COVID para embarcar, seja PCR 72 horas antes do voo ou um teste rápido de antígeno feito sob supervisão médica em até 24 horas antes do embarque.




Posts recentes

Ver tudo
bottom of page