top of page

Documentos necessários para a imigração em Portugal com o Visto para Procura de Trabalho

Vamos entender mais sobre os documentos necessários para entrar em Portugal com o Visto para Procura de Trabalho


Eu tenho acompanhado desde o ano passado sobre os novos vistos para Portugal e felizmente hoje já são muitos seguidores nossos que avisaram aqui nos comentários que tiveram seus vistos aprovados com a ajuda do Posso te mostrar, vários já estão por aqui e eu só posso agradecer pela confiança e desejar muito sucesso para vocês.


E aí vem a segunda parte do processo: a chegada no país. E são muitos os pedidos para falarmos sobre os DOCUMENTOS PARA IMIGRAÇÃO com o visto para Procura de Trabalho. Então vamos lá, anota tudo por aí para não deixar nada para trás.


Primeiro de tudo, ao sair do avião você estará com ele em mãos: o seu passaporte bonitão com o visto. É ele que você irá apresentar ao agente da imigração, já coloca na página do visto para o agente entender que você já está previamente autorizado a entrar para residir no país. Mas o que muita gente fica em dúvida é se ele sozinho já basta e aí eu vou aqui passar tudo que sabemos, todo o resumo de conversas com advogados aqui no canal sobre o assunto, combinado?


Está lendo este artigo e ainda não tirou o seu passaporte? Aprenda o passo a passo aqui.


Se você vem sem o termo de responsabilidade de um cidadão que more legalmente em Portugal, é recomendado ter numa pastinha em mãos os documentos que foram apresentados no pedido do visto, então vamos lá:


A sua passagem de volta para os 120 dias, não cancele a passagem antes de entrar no país, conseguir o trabalho e estar tudo certo por aqui. Ela é justamente a certeza que você tem e que é exigida pelo governo português, de que se você não conseguir arranjar um emprego dentro do período de 120 dias, podendo prorrogar por mais 60 dias, ou até mesmo se você não se adaptar ao país, você poderá voltar ao Brasil.


Então é muito importante que você mantenha sua passagem ativa até ter a certeza de que não irá usá-la. A gente sempre recomenda aqui comprar a passagem com direito ao reembolso, nada de passagem com volta cancelada, porque tanto na hora do visto, quando no agente de imigração podem sim conferir sua passagem e a passagem com volta cancelada, um método que algumas agências de viagens usam, é considerada fraude, essa passagem não existe de verdade.


A passagem com reembolso é mais cara do que uma passagem normal, justamente porque você consegue ter grande parte do valor de volta. Fique atento a isso, fuja de caminhos duvidosos, faça tudo certinho para você ter a sua entrada aprovada sem problemas. Eu sempre indico por aqui a Agência Starlight, a Ana Lopes e sua equipe sabem como proceder com a passagem para este visto, muitos seguidores aqui do canal já fizeram a compra da passagem com direito ao reembolso. Se ainda não tem a sua, peça a cotação aqui neste whatsapp.


O outro documento necessário é o comprovante de alojamento de 120 dias, e para esse caso pode ser uma reserva de hospedagem de 30 + 90 dias, por exemplo, como você entender que é o melhor para você ou contrato de aluguel. E aí aqui já te dou duas dicas:

1 - Se você pensa em chegar em Portugal, ficar 15 dias em um hostel, hotel ou apartamento temporário, entra neste link aqui do booking e faça sua reserva de 15 dias e complemente com outra reserva de 15 dias + uma de 90. Assim você totaliza a comprovação com 120 dias e pode pagar apenas a primeira, depois você decide se irá alugar um apartamento para você e cancela as outras reservas sem custo ou se continuará usando por mais um período a hospedagem. Lembra de olhar acomodações com cancelamento gratuito para esses casos, ok?


2 - A segunda dica e eu fico muito feliz em falar que está sendo um sucesso, muitos seguidores nossos já estão fazendo uso dessa forma é o contrato de quarto pela Uniplaces. Se você ainda não aplicou para o visto ou se já aplicou, e quer proceder agora o aluguel do seu cantinho aqui em Portugal, essa é a escolha certa para você: clique aqui, escolha o imóvel ideal para você e mete lá o cupom de desconto UA25POSSOTEMOSTRAR para garantir 25% de desconto na taxa de serviços da Uniplaces. Assim você já vem com seu contrato do quarto, pode usar o contrato no pedido do visto, na entrada com o agente aqui em Portugal e o melhor de tudo, indo direto para sua casa.


Bora para mais documentos: o extrato da sua conta com os 3 salários mínimos portugueses. É fundamental que o dinheiro continue lá. Eu falei aqui com o dr Thiago Soares sobre a conversa que ele teve no consulado do RJ e a consulesa foi muito clara para ele de que a imigração estará de olho em todos esses documentos, porque infelizmente muitas pessoas pensam em cancelar a passagem, a hospedagem, o seguro antes de vir e até mesmo pega dinheiro emprestado com alguém para comprovar no visto e devolve antes mesmo de entrar no país.


Olha, tudo que você apresenta no visto é para a sua segurança, é para que você não entre na fila que está cada vez maior de brasileiros pedindo ajuda do governo para sair de Portugal e retornar ao Brasil. Só no ano passado foram QUASE 1.000 BRASILEIROS pedindo esse tipo de ajuda. Então traga seus documentos obrigatórios, traga seu dinheiro e tenha tudo em mãos para apresentar na imigração.


O Dr. Thiago, que chegou recentemente por aqui com o visto para procura de trabalho, mesmo apresentando o visto no passaporte foi abordado pelo agente com perguntas e pedido de comprovação. Então já sabe, siga tudo certinho.

Assista ao vídeo aqui:


Para quem vem com o termo de responsabilidade de um cidadão que possua a autorização de residência em Portugal, se no termo a pessoa que te convida assume os seus gastos, hospedagem e passagem, você está livre de apresentar tudo isso, e no lugar, você precisa do termo original no modelo do MNE assinado, reconhecido na conservatória de Portugal e de preferência, com o IRS ou os documentos que essa pessoa consiga ser responsável pelo seus sustento aqui.


Por último, a mudança mais recente no check-list para este visto: o seguro viagem para 120 dias com repatriamento. Os consulados começaram a exigir o seguro viagem para todo o período e com a opção de repatriamento, que inclui o traslado de corpo para o Brasil, ou para o seu país de origem, caso você venha a falecer no país.


Eu sei, ninguém quer nem pensar nessa possibilidade, mas é isso, o governo português passou a exigir esse tipo de seguro e retiraram a opção do PB4 do check-list de documentos. Eu trouxe um vídeo aqui no canal mostrando como escolher esta opção para não ter erro, depois dá uma olhadinha por lá. As pessoas têm perguntado sobre o PB4, e eu super recomendo trazer também, ele é um documento gratuito que você tira pela internet, então faça o seu, mesmo que tenha o seguro. Tem vídeo aqui te dando o passo a passo também.

Assista ao vídeo:


Fazer o cancelamento de qualquer uma dessas coisas é considerado fraude, como já conversamos aqui com alguns advogados. Você precisa entrar no país com tudo isso. Não dá para dizer para Portugal que você possui os 3 salários mínimos e ao entrar no país, você não tê-los em sua conta. Como eu disse, o dr. Thiago Soares em conversa por aqui, falou que o consulado do Rio de janeiro citou essas situações de fraudes, onde uma pessoa enviar a documentação de um jeito e posteriormente cancela passagem, seguro ou até mesmo tira o dinheiro da conta e eles estão atentos a isso, confirmando se os documentos estão válidos na companhia aérea, na seguradora, então lembre-se que você está assinando dizendo que os documentos são verdadeiros e que está ciente que:

“Quaisquer falsas declarações implicarão a recusa do pedido de visto ou a anulação de um visto que já tenha sido concedido e me tornam passível de ação judicial nos termos da lei do portuguesa em vigor”.

Imigração é uma roleta russa, você pode ser o escolhido para apresentar todos os documentos ou não e com a Reestruturação do SEF, os inspetores do SEF já contam com o reforço da Polícia de Segurança Pública, a PSP, nas fronteiras aéreas que em breve terá toda a responsabilidade pela chegada dos estrangeiros nos aeroportos do país.


Essas exigências de documentos para quem vem com o visto ocorrem em tudo quanto é país, não é só em Portugal, e para ser sincera, morar legalmente em algum país do hemisfério norte costuma ser bem mais rigoroso do que Portugal está sendo, principalmente com as facilidades para quem vem da comunidade de países de língua portuguesa. Para você que acha que é muita coisa, lembre-se que para viver em praticamente qualquer outro país da Europa, as exigências são muito maiores, sendo que em muitos deles nem há possibilidade de um visto para residir dessa forma.


Eu sei, os custos são altos, muito altos, ainda mais se tratando de uma moeda bem mais valorizada do que a nossa, mas Portugal faz parte da União Europeia, que pressiona o país e já declarou algumas vezes ser contra a abertura nesses moldes, já que há grandes chances de uma vez em Portugal, a pessoa escolher morar ilegalmente em outro país europeu. Então tenha consciência do alto investimento, já que é uma mudança de país.


Como os vistos ainda não estão vindo com os prometidos documentos: NIF, NISS e utente, vou deixar aqui duas sugestões de como fazer isso:


1 - Se achar interessante já solicitar o NIF antes de pisar em Portugal, saiba que você terá que pagar para um representante. Muito cuidado com quem você contrata para isso, eu sempre deixo aqui a sugestão do escritório de advocacia que fez o meu, se quiser o contato deles me manda e-mail no possotemostrar@gmail.com pedindo que eu envie, esta bom?

O documento em si é gratuito, o que você irá pagar é o serviço para tirarem para você e serem seu representante fiscal. Se você preferir fazer quando chegar no país, de acordo com o site eportugal.gov.pt, que é um portal de serviços públicos do país, se ainda não possui o título de residência, você precisará de um representante com residência em território nacional, apenas se você já possui o título de residência em Portugal é que conseguiria fazer sozinho, mas para o visto de procura de trabalho não faz sentido, já que a ordem é: fazer seu NIF e NISS para que consiga se candidatar a um trabalho, após começar a trabalhar, passar pela entrevista do SEF (esse sim já vem o agendamento junto com o seu visto), para só depois ter o documento de residência. Então o NIF acaba sendo a primeira coisa a fazer por aqui, se não possui um amigo ou um familiar que more legalmente aqui para assinar para você, acaba tendo que pagar mesmo pelo representante e minha recomendação é que faça isso antes mesmo de vir, assim você já tem uma etapa pronta para quando pisar no país.


Já para o NISS, eu trouxe recentemente que o pedido é feito de forma online. A gente tem verificado que em muitos casos chega a demorar 10 dias, um mês, desde o pedido na plataforma, mas em outros casos, as pessoas receberam na mesma semana. Tem vídeo no canal explicando como tirar, e minha sugestão é que faça esse pedido na semana em que estiver embarcando para Portugal. Você precisará anexar o seu passaporte com a foto do visto e você terá que ir pessoalmente à Segurança Social para buscar o número ou enviar um documento permitindo que outra pessoa te represente. Então esse está fácil, de graça, mas ainda tem esse tempinho até a chegada do documento, o que dificulta até mesmo você conseguir um trabalho antes disso, já que é um documento obrigatório pro seu contrato de trabalho.

Assista ao vídeo aqui:


E por último, o número de utente. Você deverá procurar o centro de saúde mais próximo da sua residência e apresentar o passaporte com o visto e o NIF. Segundo o site ePortugal, basta isso.

Infelizmente é comum aqui no país cada centro de saúde seguir regras diferentes, mas estou deixando aqui para você o site oficial do país em que fala desses documentos, mostre ao atendente as diretrizes.


Em muitos casos eles atribuem o utente até mesmo enviando um e-mail para o centro de saúde. Vou deixar aqui também um guia prático, atualizado, sobre o pedido de NIF e NISS para estrangeiros, certo?


Você que está pedindo ainda o visto, pode ser que em breve comece a receber toda essa documentação, sem ter trabalho nenhum. E você que já está com o visto na mão, primeiro de tudo, parabéns!! E fique atento para sua chegada, porque Portugal tem dados sinais de que fará um mutirão para liberar essa documentação para brasileiros e imigrantes de países de língua portuguesa.


Bora torcer para isso acontecer logo, mas se já está de mudança, vá atrás dos seus documentos para não ficar parado com o tempo de visto contando, está bom? Sucesso para todos vocês, que Portugal receba você que está me assistindo, da mesma maneira que recebeu a mim e a minha família.


Gostou da informação? Então lembre-se de apoiar o meu trabalho e deixar o seu like aqui embaixo.


Publicidade:

Leia mais:

Quer saber o passo a passo com todos os detalhes para morar em Portugal com sucesso? Assiste este vídeo aqui:

Ficou com dúvidas?

Não se preocupe!

Mande sua pergunta aqui nos comentários que eu respondo para você.

E lembre-se: clicando nos links e nos banners que eu indico aqui, você colabora com nosso trabalho e me ajuda para que eu possa continuar sempre trazendo boas e novas informações para você.


820 visualizações1 comentário

1 Comment


Olá,boa tarde! Eu tenho uma dúvida, como faço pra morar legalmente em Portugal? Sou brasileiro, não conheço ninguém lá,nunca estive lá,já morei nos Estados Unidos antes. Eu consigo morar legalmente em Portugal? Se sim,o que eu preciso fazer e o que eu tenho que ter? Desde já grato

Like
bottom of page