top of page

Itália flexibiliza regras de combate à covid-19

Até 30 de abril, máscaras continuarão sendo exigidas em locais fechados.


Com o fim do estado de emergência devido à pandemia, uma série de medidas para aliviar as restrições entraram em vigor na Itália nesta última sexta-feira, 1 de abril. A principal mudança diz respeito à obrigatoriedade de apresentação do chamado passe verde, que atesta que a pessoa foi vacinada, recuperada ou possui teste negativo para Covid-19.


Este certificado não é mais necessário para restaurantes, transporte local ou regional, exceto para aviões e trens. O sistema de cores também foi extinto em várias regiões do país com base na taxa de contaminação por Covid-19.


Atualmente na Itália, são usados ​​dois tipos de passes verdes: o básico, que aceita um teste de PCR válido por 72 horas e antígenos por 48 horas, e o tipo reforço, que é válido apenas para quem foi vacinado ou recuperado.


Houve revisão nas regras para o uso desses dois tipos de certificados, e agora é necessário um passe básico para entrar em bares e restaurantes, jogos abertos, concertos ao ar livre e visitas a prisões. Desde 25 de março, todos com um certificado verde básico, incluindo aqueles com mais de 50 anos, já tinham acesso aos locais de trabalho.


O acesso a centros de natação, ginásios, conferências e convenções, salas de jogos e apostas, salões de dança, cinemas e teatros, bem como instalações de saúde, só é possível com um passe verde reforçado. Contudo, a partir de 1º de maio, a certificação verde não será mais exigida.


Também houve mudança nas regras relacionadas à quarentena, a qual será aplicada apenas nos casos de pessoas contaminadas pelo vírus. Portanto, os contatos próximos não precisam mais permanecer em isolamento, mas devem usar máscaras PFF2 por pelo menos 10 dias e monitorar a própria saúde.


Os testes devem ser feitos imediatamente se os sintomas se desenvolverem e ser repetidos no quinto dia se os sinais da doença persistirem. Quem testar positivo para Covid-19 deve se isolar por sete dias se estiver vacinado e 10 dias se não tiver sido vacinado ou tiver tomado a última dose há mais de quatro meses.


Até 30 de abril, o uso de máscaras PFF2 será obrigatório no transporte público e em espetáculos abertos ao público, tanto em ambientes internos quanto externos, incluindo salas de cinema e locais de entretenimento e música ao vivo.


No mesmo dia em que as mudanças começaram a valer, a Itália registrou mais de 73.100 casos e 159 mortes por Covid-19. No total, houve 14,6 milhões de diagnósticos positivos e 159.300 mortes na Itália desde o início da pandemia.


Posts recentes

Ver tudo
bottom of page