top of page

Portugal em situação de alerta até o dia 31 de maio

O governo português ampliou o prazo do estado de situação de alerta em Portugal devido ao aumento de número de casos de contaminações com a Covid-19

A situação de alerta em relação à Covid-19 em Portugal foi prorrogada em todo o território continental até o dia 31 de Maio. O Governo português afirmou que se mantêm inalteradas as medidas que estão em vigor. A informação foi divulgada pela ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, no final da reunião do Conselho de Ministros que aconteceu nesta quinta-feira, dia 5 de maio. ​​A situação de alerta, que se caracteriza como “o nível mais baixo de resposta a situações de catástrofes”, segundo a Lei de Base da Proteção Civil, está em vigor desde Fevereiro.

No dia 21 de abril, o Governo aprovou o fim do uso obrigatório de máscara, mantendo a sua utilização obrigatória apenas nos estabelecimentos de saúde, estruturas onde residam pessoas especialmente vulneráveis e também nos transportes coletivos.

Questionada pelos jornalistas sobre se a subida dos casos diários de covid-19 e o fim do uso das máscaras em espaços interiores “preocupa o Governo”, a ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou que houve “um aumento da transmissão”, mas que este fato já era esperado. Em suas palavras, a ministra da Saúde disse que:


"Sabíamos que a circunstância de estarmos com uma doença que permanece em circulação, que tem elevada transmissão nos contextos de maior mobilidade, de nos aproximarmos do retomar da nossa vida normal, ia ter um impacto”

Segundo o relatório semanal do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, o índice de transmissibilidade (Rt) do Covid que chegou a 0,71 no início deste ano, está agora em 1,07, mostrando uma crescente de infecções do vírus. A ministra afirmou que devemos continuar assistindo um crescimento de novos casos, mas com uma possível diminuição da mortalidade por covid-19 e que a situação mantém-se controlada.


Leia mais:


Se observarmos os gráficos de novas contaminações em Portugal, veremos que a curva voltou a subir desde fevereiro. Em janeiro houve um pico de novos casos, o maior de toda pandemia, ele desceu em fevereiro, e agora voltamos a assistir um novo crescimento. Felizmente essa subida não é acompanhada de casos graves ou até mesmo de mortes. Em 04 de maio foram registradas 18 mortes por Covid-19, o que vem acompanhando a média diária de Portugal.


A ministra da Saúde também divulgou o fim da participação dos testes para covid-19 nas farmácias. Até então, Portugal disponibilizava gratuitamente os testes para moradores, chegando a realizar de forma gratuita testes também para os turistas. O governo fazia ampla campanha de testagem e subsidiava os custos dos testes para a população. Agora, portanto, deixam de ser custeados pelo governo.


Ficou com dúvidas?

Não se preocupe!

Mande sua pergunta aqui nos comentários que eu respondo para você.

E lembre-se: clicando nos links e nos banners que eu indico aqui, você colabora com nosso trabalho e me ajuda para que eu possa continuar sempre trazendo boas e novas informações para você.

Muito obrigado!

E se quiser viajar para Portugal com TRANQUILIDADE e SEGURANÇA, agende o seu horário para conversar com a Ana Carolina Braga por videochamada. Ela pode te ajudar a tornar a sua viagem inesquecível. Clique no banner abaixo e venha fazer a sua consultoria de viagens com ela.






Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Olá! Estou com uma viagem para o dia 31 de maio para Madri com conexão em Lisboa. Volto por Barcelona, fico uns dias em Lisboa e retorno para o Brasil. Pelo que estou acompanhando, a TAP (a cia q vou) não tem exigido o teste, mas essa exigência também pode partir da imigração portuguesa, é isso? Pq vejo algumas pessoas focando só na cia aérea, no entanto, me parece q a imigração pode pedir tb. Então, ao meu ver, não vale correr o risco enquanto não sair o nome do Brasil na lista oficial...

O que me deixa apreensiva é na volta Barcelona- Lisboa correr o risco de positivar! Pq nem sempre sentimos algo! Me parece desesperador, está com um…

Like
bottom of page