top of page

Morar em Portugal: Castelo Branco



Castelo Branco é uma cidade secular, cheia de história e patrimônios de valor incalculável. Possui uma grande variedade de espaços e atividades, em ambiente próximo e familiar onde a serra e a cidade se fundem.


Esta encantadora cidade tem uma oferta cultural única que revela a história que ao longo dos séculos moldou a região, como o bordado de Castelo Branco, com reconhecimento que ultrapassa fronteiras, e também a única fonte de seda em Portugal.


Castelo Branco tem também um exemplar único e original do barroco em Portugal, o Jardim do Paço Episcopal, e é do castelo que se ergue abaixo da cidade que se conhece um pouco mais da sua história militar e oferece uma vista panorâmica da cidade.


Mas não é só de belas paisagens e monumentos que se faz Castelo Branco. Está é uma cidade que vem crescendo em desenvolvimento e chamando atenção pela qualidade de vida que oferece a seus residentes.


Neste artigo vamos falar um pouco mais de características importantes que podem te ajudar a escolher Castelo Branco como seu novo lar.



Castelo Branco é uma cidade fronteiriça portuguesa, capital do distrito de Castelo Branco e localizada na sub-região da Beira Baixa e na antiga província com o mesmo nome. Conta com 34.471 habitantes no seu município. (2021).


É a sede do município de Castelo Branco, o terceiro maior município de Portugal em termos de área, com uma área de 1.438,19 km² e uma população de 52.291 (2021), dividida em 19 freguesias.


O concelho é limitado a norte pelo município do Fundão, a leste por Idanha-a-Nova, a sul por Espanha, a sudoeste por Vila Velha de Ródão e a oeste por Proença-a-Nova e Oleiros.


Clima



Em Castelo Branco, o verão costuma ser curto, quente, seco e de céu quase sem nuvens. Já os invernos são frios, úmidos e de céu parcialmente nublado. Durante o ano, a temperatura geralmente varia de 2 °C a 32 °C e raramente fica abaixo de -3 °C ou acima de 37 °C.


Se você tem planos de viajar para Portugal, aqui vai uma ótima dica: clicando no banner aqui embaixo você garante as melhores ofertas na compra do seu Seguro Viagem. Além de não pagar nada a mais por isso, você ajuda o nosso trabalho!!


Veja também:


História



A história da fundação de Castelo Branco não é clara, mas sabe-se que a região é habitada desde o Paleolítico, como comprovam as escavações arqueológicas realizadas em 2008 na zona do Castelo, que revelaram artefatos que remontam à pré-história.


Após a reconquista em 1165, D. Afonso Henriques doa à Ordem do Templo toda esta região da Beira para povoamento e defesa contra os ataques dos infiéis.


No século XIII, o Papa Inocêncio III confirmou a doação régia, afirmando que os Templários estabeleceram uma vila e uma fortaleza na fronteira dos Mouros no sítio de Cardosa, a que chamaram Castelo Branco.


O primeiro foral foi concedido à vila de Castelo Branco pelo então mestre da Ordem dos Templos, D. Pedro Alvit, na primeira metade do século XIII. A cidade parece ter ganhado rapidamente em importância desde então, já que foi escolhida para sediar vários capítulos da Ordem do Templo.


Durante o século XIII, Castelo Branco, cuja vida até então se passava dentro das muralhas, teve um desenvolvimento considerável. Assim, quando em 1285 D. Dinis visitou a cidade acompanhado da Rainha Santa Isabel, percebeu que as muralhas representavam um obstáculo à sua expansão.



O crescimento e desenvolvimento da vila foi reconhecido por D. Manuel I. em 1510, que lhe concedeu novo foral durante a sua visita. Em 1535, já no reinado de D. João III, recebeu o título de Aldeia Importante.


Há também um aumento constante da população neste período. Este aumento da população deve-se principalmente ao assentamento de judeus sefarditas que fugiram da Espanha, expulsos pelos governantes católicos.


A atividade comercial da comunidade judaica fortaleceu a base econômica, o que possibilitou um grande volume de construção mesmo após o decreto de expulsão dos judeus do país em 1496.


Aliás, foi neste período que foi fundada a Misericórdia e construídos os mosteiros dos frades Agostinhos (1526), ​​Capuchos (1562) e a igreja de São Miguel, atual Sé Catedral.


No final do século, o Bispo da Guarda D. Nuno de Noronha mandou construir o Paço Episcopal, um belo palácio rodeado de jardins. E em 1771 por decisão de D. José I, ocorreu sua elevação à Cidade.


Emprego



Os principais segmentos responsáveis ​​por empregar parte da população de Castelo Branco são o turismo, comércio e serviços básicos.


No entanto, é possível encontrar vagas de trabalho no setor industrial, como em fábricas que produzem equipamentos de refrigeração e ar condicionado, empresas alimentícias, ou produção de componentes automotivos.


A área industrial de Castelo Branco emprega milhares de pessoas e é um grande centro econômico. Em uma busca realizada no site Indeed.com, encontramos 214 vagas de trabalho, apenas no distrito, sem considerar as vagas de localidades próximas.


Compartilhe fotos e vídeos nas redes sociais durante sua viagem. Clicando no banner abaixo você compra seu eSIM Holafly e fica totalmente conectado no exterior! Além de não pagar nada a mais por isso, você ajuda o nosso trabalho!


Moradia



O custo de vida em Castelo Branco é um grande atrativo, principalmente se comparado a outros grandes centros urbanos.


Em uma busca rápida realizada no site Idealista, encontramos 42 opções para arrendamento no distrito de Castelo Branco, onde encontramos um imóvel T2 de 100 m² no valor de 350 euros por mês.


Infraestrutura



Além do baixo custo de vida, a região tem toda a infraestrutura necessária para se viver bem, como hospitais, comércio e serviços. Para quem gosta de estar em contato com a natureza, este é um ótimo lugar para respirar ar puro e desfrutar da paisagem natural.


Em 2016, por exemplo, foi considerada a melhor cidade para se viver, visitar e fazer negócios no distrito, a quarta melhor de todo o interior do país, e a sétima melhor da região centro, de acordo com a City Brand Ranking.


Com um centro comercial animado, diversas lojas, restaurantes, bares e pista especial para correr ou andar de bicicleta, a cidade investe no bem-estar de sua população.



Castelo Branco também oferece uma boa acessibilidade a serviços públicos, alto nível educacional, com destaque para o Instituto Politécnico de Castelo Branco que fornece curso superior e, além da qualidade e facilidade de acesso, também auxilia na inserção ao mercado de trabalho.


Conta ainda com uma variedade de supermercados, hospitais e clinicas de saúde, tanto públicas quanto privadas.


Hoje, Castelo Branco conserva muito da sua arquitetura medieval, igrejas e casas do século XVI. Por isso, quem mora nesta região sabe que conviverá diariamente com a cultura e as construções que são herança de um nobre passado.


Encontre as melhores ofertas de arrendamento em diversos lugares da Europa! SEM FIADOR E SEM BUROCRACIAS! É só clicar no banner abaixo para conferir todas as opções de imóveis e acomodações!!


Me conta aqui embaixo! Já conhecia esses lugares? Quer mais dicas de lugares pra morar em Portugal?


Se for viajar para Portugal traga dinheiro na moeda local. Você pode abrir uma conta na Wise e já guardar o seu dinheiro em euro.


Ou se quiser aplicar o seu dinheiro em dólar, recomendo abrir a conta na Nomad. Com o meu cupom POSSOTEMOSTRAR você garante 10 dólares de volta! Saiba como, assistindo ao vídeo, é só clicar aqui.


Obrigada por chegar até aqui! Até a próxima!



215 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page