top of page

Portugal: O que fazer em Coimbra



Coimbra é uma cidade localizada no centro de Portugal, nas margens do rio Mondego, e que já foi a capital do país. Andando pela antiga cidade medieval, é comum ver uma série de belas construções históricas, monumentos e ruínas romanas.


Na parte baixa, as ruas estão repletas de lojas, bons restaurantes e cafés, com seus doces e bolos tradicionais. Sem dúvidas, visitar Coimbra é como fazer uma viagem no tempo, pelas tradições mais antigas de Portugal.


E para te ajudar a planejar uma viagem a Coimbra, aqui vão algumas dicas sobre o que fazer nesta belíssima cidade.



Universidade de Coimbra



A Universidade de Coimbra foi fundada em 1290 e é uma das mais antigas do mundo, além de ser considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO.


Importantes nomes da língua portuguesa - incluindo brasileiros- visitam este campus, que hoje recebe estudantes do mundo inteiro para estudar em diversas áreas, como Letras, Direito, Medicina, Ciência e Tecnologia, Farmácia, Economia, Psicologia, Ciências da Educação e Educação Física.


Devido à sua importância histórica, a Universidade de Coimbra é o cartão postal da cidade e muitas pessoas vão até lá visitar o campus, que possui belos prédios.


É interessante dizer que, inicialmente, a universidade funcionou em Lisboa e só em 1537 foi transferida para Coimbra, onde finalmente as faculdades foram reunidas, dando origem à Universidade de Coimbra.


Para os turistas, existem vários lugares para visitar dentro da Universidade, que oferece diferentes tipos de passeios, dependendo do que você deseja ver.


Mosteiro de Santa Cruz



O Mosteiro de Santa Cruz foi o mais importante mosteiro de Portugal, que fez parte da confirmação política da cidade durante a formação do seu império, e hoje faz parte da lista de atrações imperdíveis de Coimbra.


O Mosteiro já foi o centro da Ordem de Santo Agostinho e logo se tornou uma importante escola medieval. Mais tarde, em 1527, foi fundada a Congregação de Santa Cruz, fundando um novo colégio, ligado à Universidade de Coimbra.


O edifício foi construído a partir de 1131 e ainda mantém a sua arquitetura românica. No interior, inclui azulejos barrocos, o Claustro do Silêncio, um coro e um órgão clássico de 1719.


Capela de São Miguel



A pequena e encantadora Capela de São Miguel foi construída em 1517 para substituir um oratório privado medieval. A entrada é feita por um portal neoclássico de José de Carvalho construído em 1780.


No interior, as paredes do coro alto e da tribuna apresentam painéis de azulejos, de influência holandesa, do século XVIII.


Na nave, o revestimento azulejar data do século XVII de oficina Lisboeta. Na capela-mor, há algumas telas de Simão e Domingos Veríssimo Serrão. Outro destaque é o órgão barroco de 1733, decorado com "chinoiseries", desenhos de influência oriental.


Se você tem planos de viajar para Portugal, aqui vai uma ótima dica: clicando no banner aqui embaixo você garante as melhores ofertas na compra do seu Seguro Viagem. Além de não pagar nada a mais por isso, você ajuda o meu trabalho!!


Aqueduto de São Sebastião



Também conhecido como "Arcos do Jardim", devido a sua localização junto ao Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, este aqueduto foi construído em 1570 pelo rei D. Sebastião, para abastecer a Cidade Alta, utilizando o arranjo do antigo aqueduto romano.


O primeiro arco, chamado de "arco de honra" é diferente dos demais; encimado por cornija, na qual se insere o brasão de armas de Portugal, rodeado por baldaquino, sustentado por colunas dóricas e coroado por cúpula e lanterna; de cada lado há dois lugares com estátuas de São Sebastião e São Roque.


O atual aqueduto data do final do século XIX. XVI, mas provém dos antigos canais romanos, que abasteciam a parte alta da cidade de Coimbra. Este belo monumento foi classificado como Monumento Nacional em 1910 e é um dos monumentos mais famosos da bela cidade de Coimbra.


Jardim Botânico



O Jardim Botânico de Coimbra é um local sossegado, perfeito para passear e relaxar à sombra do Aqueduto de São Sebastião. Estes jardins foram construídos pelo Marquês de Pombal em 1773, e são acompanhados por belos caminhos e fontes.


O Jardim Botânico é um belo local que se estende por 13 hectares e contém uma coleção especial de plantas de todo o mundo. Ele foi construído pelo Marquês de Pombal com o objetivo de estudar e criar plantas para fins medicinais.


Jardim da Manga



O Jardim da Manga ou Claustro da Manga fica atrás do Mosteiro de Santa Cruz. É uma das primeiras obras de renovação completa em Portugal e a sua estrutura lembra a fonte da Vida, remontando à antiga fonte da manga, Mosteiro de Santa Cruz, que pertence aos monges da ordem de Santo Agostinho, construída em 1528.


Nas capelas destacam-se quatro pequenos altares, que dizem ter sido escritos por Jean de Rouen.


Quanto à sua construção, a tradição local diz que um dia quando o rei D. Juan III de Portugal visitou o mosteiro e encontrou uma grande área sem edifício, descreveu na manga do seu gibão o claustro e o jardim envolvente, que mais tarde seria construído alí.


Compartilhe fotos e vídeos nas redes sociais durante sua viagem. Clicando no banner abaixo você compra seu chip de viagem e fica totalmente conectado! Além de não pagar nada a mais por isso, você ajuda o meu trabalho. Muito obrigada!


Fonte Nova



A referência mais antiga a esta fonte data de 1137, quando era conhecida por Fonte dos Judeus, devido à sua localização junto à Judiaria (bairro judeu). Esta é considerada a fonte de consumo público mais antiga.


Arco de Almedina e Sé Velha



O Arco de Almedina é uma porta que faz parte da muralha que rodeia a cidade velha de Coimbra. Um local histórico que remonta à ocupação árabe no século VIII e mantêm suas características medievais.


Seguindo pela Rua de Quebra Costas se chega até à Praça da Sé Velha, onde fica o monumento, de mesmo nome, que marca a eleição da cidade como capital de Portugal durante o reinado de D. Afonso Henriques.


Museu Nacional Machado de Castro



O Museu Nacional Machado de Castro é um dos mais importantes museus de artes plásticas de Portugal. O museu leva o nome do famoso escultor de Coimbra, Machado de Castro, e é um daqueles museus que a gente precisa visitar quando vai à cidade.


Criado em 1911 e aberto ao público em 1913, tinha por objetivo fornecer ao público coleções e exemplos de desenvolvimento histórico. Pretendia-se também que o Museu da Sé, o primeiro museu de arte sacra inaugurado em Portugal, se construísse como parte do Museu Machado de Castro.


Não importa o destino! Se você procura pelas melhores hospedagens com os menores preços, você só vai encontrar na Booking. Clica no banner abaixo para conferir!!


Me conta aqui embaixo! Já conhecia esses lugares? Quer mais dicas de lugares pra visitar na região?


Se for viajar para Portugal traga dinheiro na moeda local. Você pode abrir uma conta na Wise e já guardar o seu dinheiro em euro. Ou se quiser aplicar o seu dinheiro em dólar, recomendo abrir a conta na Nomad. Com o meu cupom POSSOTEMOSTRAR você garante 10 dólares de volta!


Saiba como, assistindo a este vídeo:



15 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


Mariana Zani BC
Mariana Zani BC
Sep 28, 2022

Que lugar lindo!!!!

Like
bottom of page